GALERIA-1.tiff

Em Exibição

19/03 a 19/05/21

COVID 19 - Em atendimento as orientações das autoridades sanitárias, as visitas presenciais estarão suspensa até novas determinações

cvt_rg.jpeg

Registros Gerais é o nome da exposição da artista paraense Rafael Matheus Moreira, contemplada pelo Edital de Pesquisa e Experimentação em Artes Visuais da Aldir Blanc Pará, promovido pela Fotoativa e Secult Pará. Traz ao público pinturas de 07 mulheres trans e travestidas, que foram entrevistadas pela artista ao longo do processo de pesquisa. As narrativas trazem experiências de vida das entrevistadas com discursos que refletem a importância de serem registradas, visibilizadas, respeitadas, a partir do entendimento de suas próprias histórias.

Sobre a Artista
Rafael Matheus Moreira é pintora, performer e ministrante de oficinas. Desenvolve trabalhos poéticos a partir de suas vivências e reflexões sobre o atrito entre os corpos trans/travestis com a sociedade. Em 2016 foi premiada com o título de Menção Honrosa no Salão de Arte Primeiros Passos do Centro Cultural Brasil - Estados Unidos - CCBEU, e em 2017 recebe o Prêmio de  de Terceiro Lugar no mesmo Salão; em 2018 recebe o Prêmio do Edital de "Expressões Artísticas"; da Fundação Cultural do Pará - FCP; em 2019 é Artista convidada para participar do Salão Arte Pará e em 2019 também ganha o Prêmio de Primeiro Lugar no Salão de Arte Primeiros Passos do CCBEU; em 2020 é uma das artistas contempladas pelo Edital Emergencial "Arte Como Respiro"; do Itaú Cultural.

Programação Paralela:
Live com Rafael Matheus Moreira, Sarita e Flores Astrais: 20 de março as 20h00
Oficina Identidades em Carvão: 10 de abril

Saiba mais...


Projeto Café com artista: 14 de maio
(As lives ocorrerão pelo canal do youtube: Candeeiro GC)

cvt_vn.jpeg

A exposição Ventos do Norte, do artista paraense Mauricio Igor, é resultado do Edital de Pesquisa e Experimentação da Aldir Blanc Pará, em Artes Visuais, promovido pela Associação Fotoativa e Secult Pará. O processo passou por panfletagens pelas ruas do comércio de Belém, colagem de lambes em alguns bairros e também foi divulgado pelas redes sociais com a intenção de alcançar os 6 ventiladores com gambiarras e narrativas que estão presentes na exposição.

Sobre o Artista
Natural de Belém-PA, onde atualmente vive e trabalha. Artista Visual e Arte Educador licenciado em Artes Visuais pela Universidade Federal do Pará, também realizou intercâmbio como bolsista do Programa Santander Universidades Bolsas Ibero-Americanas para estudos na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, em Portugal. Seu trabalho é focado em reflexões sobre o corpo não hegemônico, atravessando questões de identidades inseridas em temas como miscigenação, sexualidade e o cotidiano amazônico. Tais processos se desdobram em fotografias, performances, vídeos, textos, intervenções e instalações. Por meio destes, participou de diversas exposições no Brasil e Portugal.


Programação Paralela:
Mediação Virtual: 26 de março
Oficina: 16 de abril
Projeto Café com artista: 14 de maio

​Exposições anteriores

40%252520Sem%252520Ti%2525CC%252581tulo_

BRINCADEIRA NA MARGEM

É resultado de um projeto de pesquisa desenvolvido por Verônica Limma sobre procedimentos e experimentações entre fotografia e gravura, que resulta na exposição com Curadoria  de Débora Oliveira, e conta com ações a serem desenvolvidas em duas comunidades: uma na Marambaia e uma no Porto do Sal, em parceria com o Coletivo Aparelho.
As ações envolverão uma atividade de gravura p/crianças em parceria com o coletivo Aparelho no Porto do Sal  e visita a exposição na galeria Candeeiro. A outra ação será a aplicação de lambe no entorno da residência da artista.

Todas as atividades atenderão os protocolos de prevenção a Covid 19.
Projeto contemplado pelo edital de Artes Visuais/ Fotoativa /Aldir Blanc Pará

VERÔNICA LIMMA

Multiartista Amazônida, mulher preta periférica, arte educadora desde 2013, atuou em coletivos como “APARELHO- arte e Cidadania" e "Coletivo Pitiú". Tem em sua trajetória marcada pela gravura em suportes de refugo e uma temática que passa pela sua vivência como moradora da periferia de Belém.

SERVIÇO

Disponível apenas virtualmente até dia 02/05/21

ou

Autorretrato 2020

"Mesa Posta"

Exposição Coletiva

De 09/10/20 a 09/12/20

Setor-3.JPG

"Diálogos no Silêncio"

Exposição Coletiva

De 10/07/20 a 10/09/20

Projetos

logo no pavio(4).png

Café com Artista

caneca de café(2).png

Educativo

Oficinas realizadas

Poéticas em Processo: deslocamentos de memórias, paisagens e ruínas.

 

Com Heldilene Reale

Identidades em Carvão

 

Com Rafael Matheus Moreira

Letras urbanas (graffiti)

“A letra como construção da imagem”

Com Santana de Carvalho

Acrílica sobre Cerâmica

Com Santana de Carvalho

Receba nossas atualizações

Agradecemos seu envio!